Sábado, 26 de Setembro de 2020

Notícias

Terça-Feira, 15 de Setembro de 2020 06:27

Polícia investiga nova denúncia contra homem que estuprou e matou menina em Sorriso

A Polícia Judiciária Civil (PJC) recebeu na sexta-feira (11) nova denúncia contra o homem de 58 anos que abusou e matou Sara Vitória Fogaça Paim, de 5 anos, em Sorriso. A nova vítima é uma mulher, de 19 anos, que relatou ter sido abusada pelo mesmo homem quando tinha ainda nove anos.

Com o depoimento da vítima, a Polícia Civil passa investigar o novo crime do suspeito que teve prisão temporária convertida em prisão preventiva após decisão da juíza da 1ª Vara Criminal de Sorriso, Emanuelle Chiaradia Navarro, que acatou representação encaminhada pelo delegado André Eduardo Ribeiro.

Também na sexta-feira, a Polícia concluiu as buscas por restos mortais de Sara no terreno indicado pelo suspeito, localizado no município de Sorriso. Uma retroescavadeira foi utilizada no terreno localizado em Sorriso, porém o corpo não estava lá, segundo o delegado André Ribeiro.

“O local foi varrido 100% e corpo não está no local. Não é que não encontramos o corpo da criança, não existe nada no local. As investigações continuam, vamos fazer diligências e ouvir outras pessoas, se necessário e continuamos investigando”, informou o delegado.

Ao ser questionado novamente, o suspeito alegou que não recorda onde exatamente teria enterrado o corpo de Sara porque, segundo ele, já teria se passado 10 anos e muita coisa mudou. Apesar do corpo não ter sido encontrado, o delegado Ribeiro afirmou que as investigações não encerraram e são prioridade da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa.

“As investigações não encerraram, é uma prioridade da nossa divisão. No terreno onde o preso indicou dois pontos, foi feita uma varredura completa e nada foi localizado. Vamos continuar as investigações e em busca também para saber se há novas vítimas do investigado e, principalmente, pelos restos mortais da criança”, reforçou o delegado.

Fonte: Olhar Direto

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}