Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020

Notícias

Segunda-Feira, 13 de Abril de 2020 14:15

TRE aumenta multa de ex-governador e pede investigação do MPE

Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) manteve e aumentou a multa contra o ex-governador Pedro Taques (PSDB) e a atual secretária de Estado de Educação (Seduc), Marioneide Kliemaschewsk, contratação irregular de servidores públicos nos 3 meses que antecederam as eleições de 2018.  

A defesa de Taques havia recorrido da decisão do ano passado. Porém, o pleno aumentou a multa de R$ 68 mil para R$ 70 mil. Já em relação a Marioneide a multa foi reduzida para, e em relação a Rui Prado, que foi candidato a vice de Taques, a denuncia foi considerada improcedente.  

De acordo com a Procuradora Regional Eleitoral, o Estado realizou um total de 1.030 contratações de professores temporários e outros funcionários, como vigilantes, nutricionistas e técnicos administrativos. Destes contratos, 500 contratos foram declarados nulos na votação desta segunda-feira  (13).

O TRE ainda determinou que o Ministério Público de Mato Grosso (MPMT), investigue possível ato de improbidade administrativa de Taques.  

“Esta é uma proibição legal vigente há mais de 20 anos e profundamente conhecida pelos gestores deste Estado. E mesmo assim, noticia-se, um grande número de afastamento de professores e, por outro lado, um grande número de contratações temporárias durante o período vedado”, diz trecho da representação que foi acatada pela Corte Eleitoral.  

Cristina cita ainda que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já declarou ser proibida a contratação temporária de professores e demais profissionais da área da educação, no período apontado, sob o fundamento de que é considerado serviço público essencial apenas à saúde e segurança. Isto porque a contratação em período tão próximo das eleições “causa desequilíbrio ao pleito eleitoral, pois tal fato se transveste e é percebido, pelos contratados, como uma realização do governo atual”.

Fonte: Gazeta Digital

{{countcoment}} COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
{{car.nome}}
{{car.comentario}}
{{car.mais}}
{{car.menos}}